G-P2K8C8QL2D [PORT] Slow Market Beauty Edição 2020 – Participação da Zero Waste Youth

[PORT] Slow Market Beauty Edição 2020 – Participação da Zero Waste Youth

Updated: Apr 28

Vamos entender os impactos da indústria de cosméticos!


O Slow Market.Beauty, que aconteceu em Florianópolis, a primeira cidade do Brasil a decretar oficialmente a meta lixo zero até 2030, entre 6 a 8 de março de 2020, trouxe informação e produtos para o segmento da indústria dos cosméticos que além de representar um impacto ambiental significativo com o uso de quantidades gigantescas de produtos carregados de químicos nocivos, precisam se preparar para um público cada vez mais exigente e consciente na escolha de seus tratamentos de beleza.


A indústria de slow beauty é das que mais cresce no mundo. No Brasil o cenário não é diferente. Temos hoje quase 600 marcas cadastradas atuando neste setor em nosso país. De pequenos microempreendedores individuais a grandes fabricantes, de produtos artesanais à alta tecnologia e biotecnologia, o mercado de cosméticos naturais, orgânicos, veganos e cruelty free oferece diversas opções em todas as categorias de produtos.

Pelo menos 70 marcas desse mercado é da Região Sul do país: Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Um pólo de beleza consciente que é motivo de orgulho e merece nossa atenção.


Quando pensamos em “beleza” parece que nada de feio tem por trás dessa palavrinha. Pensamos em nossa pele mais bonita e radiante, nos cabelos brilhantes e cachos perfeitos, naquela make bafo que custamos a querer lavar antes de dormir. Mas infelizmente muitos desses produtos apresentam químicos nada bonitos em suas formulações. Esse lixo invisível vai pelos ralos de nossas casas e salões de beleza, prejudicam nossa saúde, contaminam as águas, o meio-ambiente. Sem contar nas inúmeras embalagens que podem acabar poluindo ainda mais. E foi sobre isso que a Zero Waste Youth foi conversar no evento.


O nome da nossa palestra foi O Impacto Dos Cosméticos No Meio Ambiente E Em Nossas Águas: o perigo visível e invisível.


Falando sobre os perigos invisíveis, mostramos que na indústria de cosméticos são utilizadas mais de 10 mil substâncias químicas, essas são chamadas de POPS (Poluentes Orgânicos Persistentes), pois levam grande tempo para se decomporem.


Muitas dessas substâncias vão para nossa água e não são tratadas pelas estações de tratamento, fazendo então o caminho de volta para nosso corpo. Algumas delas são responsáveis por diversos problemas de saúde nos seres humanos.


Demos alguns exemplos de produtos vendidos por essa indústria e comentamos sobre os seus males para os seres vivos e a natureza.

Alguns deles são: Cotonetes, maquiagens com glitter, lenços para remoção de maquiagens e as temidas embalagens.


Quando falamos desses perigos, achamos interessante mostrar os microplásticos, pois sabemos que são um dos grandes problemas da poluição plástica no planeta.

Falamos dos esfoliantes e cremes dentais, que apresentam microesferas de plástico nas suas composições e que vão direto pelo ralo para os oceanos. Tem também os microplasticos vindos da degradação das embalagens plásticas dos produtos.


“Os microplásticos são onipresentes no ambiente e foram detectados em água marinha, esgoto, água doce, na comida, no ar e na água potável, tanto na engarrafada quanto na água de torneira” (relatório da OMS)



REPENSE: Substitua seus produtos por formulações naturais e orgânicas. Procure um salão que utilize produtos botânicos e mais naturais,

REDUZA: Você realmente precisa de mais 1 produto.

RECUSE: Muitos produtos se dizem naturais, mas não são. Fique atent@ com o greenwashing e só compre se realmente precisar. REUTILIZE: Muitas embalagens podem servir para outros produtos.

RECICLE: Descarte corretamente as embalagens após o uso.


Com alguns ajustes na sua rotina de beleza, conseguimos colaborar com uma cidade Lixo Zero.


Eai, gostaram do assunto?

Se tiverem duvidas ou curiosidades fale conosco.

__________________________________________________________________________________



Autora: Marina Scandolara

Industrial Designer Student

Social & Environmental Activist

Art and Nature lover


0 views
Get Monthly Updates